Idioma

Português English
Inicial » Mobilidade Out » Programa Ciência sem Fronteiras

Programa Ciência sem Fronterias

 

Tutorial para abertura de processo mobilidade pelo CSF (após aprovação junto as agências de fomento)

 

O QUE É?

 


Processo de seleção de candidatos de instituições brasileiras a bolsas de graduação-sanduíche no exterior para estudo em instituições na Austrália, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, Espanha, Holanda e Portugal, no âmbito do Programa Ciência sem Fronteiras – CsF.

 

REQUISITOS

 

- Estar matriculado em curso de nível superior nas áreas e temas prioritários do Programa CsF;

- Ter nacionalidade brasileira;

- Ter integralizado, no momento do início da viagem de estudos, no mínimo 20% e no máximo 90% do currículo do curso de graduação;

- Apresentar certificado de proficiência de língua estrangeira (exceto Espanha).

 

*  os candidatos poderão ser beneficiados,  a critério  da CAPES, do CNPq e  da  Universidade receptora,  com curso de língua  estrangeira  concomitantemente à realização dos créditos regulares do curso.

 

Apresentar perfil de aluno de excelência, baseado no bom desempenho acadêmico segundo critérios da IES

Declarar compromisso de permanecer no Brasil pelo dobro do número de meses em relação àquele com o qual foi contemplado para realização da graduação-sanduíche (essa exigência poderá ser relativizada nos casos em que o aluno, durante este período de permanência obrigatória, após a sua volta, tenha entrado em programas de pós-graduação e, nessa condição, venha a ser contemplado com uma bolsa no exterior).

 

Após a homologação pela IES de origem do candidato e a pré-seleção pela CAPES e CNPq, o candidato deverá se inscrever obrigatoriamente no sítio do representante-gestor no país de destino.

 

ÁREAS E TEMAS DE ESTUDO PRIORITÁRIOS

 

a) Engenharias e demais áreas tecnológicas;

b) Ciências Exatas e da Terra;

c) Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde;

d) Computação e Tecnologias da Informação;

e) Tecnologia Aeroespacial;

f) Fármacos;

g) Produção Agrícola Sustentável;

h) Petróleo, Gás e Carvão Mineral; Energias Renováveis;

i) Tecnologia Mineral; Biotecnologia;

j) Nanotecnologia e Novos Materiais;

k) Tecnologias de Prevenção e Mitigação de  Desastres  Naturais;

l)  Biodiversidade e  Bioprospecção;

m)  Ciências  do  Mar;

n)  Indústria  Criativa (arquitetura,  design, software,  jogos  de  computadores,  publicação  eletrônica,  publicidade,  filme,  vídeo,  fotografia,  música,  dança,  teatro,  televisão,  rádio, editoração);

 o) Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva;

p) Formação de Tecnólogos

 

INDICAÇÃO DE IES DE DESTINO

 

Caberá à CAPES, ao CNPq e ao representante-gestor no país de destino escolherem a universidade de destino do candidato, de acordo com:

a) a área de estudo;

b) a adequação do curso em andamento no Brasil com a oferta de cursos similares no país de destino; e

c) a oferta de vagas estabelecidas pelas instituições no país de destino.

 

* por motivo de limitações do número de vagas, CAPES e CNPq poderão propor realocação a outro país de candidatos pré-selecionados.

 

PAPEL DO COORDENADOR NA IES BRASILEIRA

 

Organização e acompanhamento do processo de seleção das candidaturas e homologação junto ao Programa CsF

 

DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO

 

- Formulário On-line;

- Histórico Escolar de Graduação;

- Comprovante do teste de proficiência em língua estrangeira (quando necessário)

 

* a documentação deverá ser enviada de forma on-line, no campo específico dentro do Formulário de Inscrição, em formato PDF, cada documento inferior a 5Mb

 

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO

 

- Curso de graduação e área prioritária;

- Tempo transcorrido no curso;

- Disponibilidade de vagas na área prioritária

 

* como critério de desempate, caso necessário, serão considerados:

 

- Nota do Enem, quando disponível;

- Nível de proficiência obtido no teste;

- Prêmios acadêmicos;

- Tempo de participação em programas de iniciação científica, tecnológica ou docência

 

PERÍODO DE VIGÊNCIA DA BOLSA

 

- 12 (doze) meses*, sendo 9 (nove) ou 10 (dez) meses dedicados aos estudos em tempo integral, acrescido do período de até três meses para estágio de pesquisa ou inovação tecnológica em indústria, centro de pesquisa ou laboratório da própria universidade, a ser definido pelo Programa Ciência sem Fronteiras em conjunto com a universidade de destino.

 

* no caso da Holanda, pelo período de 6 (seis) meses, a 12 (doze) meses, quando contemplar estágio de pesquisa em indústria, centro de pesquisa ou laboratório da própria universidade

 

BENEFÍCIOS OFERECIDOS

 

Custos referentes às taxas escolares; Bolsa integral exclusivamente ao aluno; Auxílio instalação; Seguro-saúde; Auxílio deslocamento ou passagem aérea de ida e volta em classe econômica promocional, para o translado Brasil/País de Destino//Brasil

 

PASSAPORTE E VISTO

 

O bolsista é responsável pela obtenção do passaporte na Polícia Federal, bem como do visto para o país de destino. 

SRI - Secretaria de Relações Internacionais e Interinstitucionais
Caixa Postal 1524 - Campus Universitário UFRN - Lagoa Nova | CEP 59072-970 | Natal/RN - Brasil
Veja aqui no Mapa de localização
Contato: +55 (84) 3342-2271 / E-mail: sri@sri.ufrn.br
  • Revista do SRI
  • Siga a SRI no Twitter
  • SRI no Facebook
2012 / 2017 © SRI - Todos os direitos reservados. UFRN - Universidade Federal do Rio Grande do Norte Superintendência de Informática